A cidade e sua história

sábado, 30 de dezembro de 2006

Nós chegamos em Torres, no dia 30 de dezembro de 2006, para passar o reveillón. A festa é animada e tranquila, com muitos fogos de artifício, realizada na avenida à beira da praia. Compramos um champanhe e comemoramos a entrada do ano, em alto astral.

A cidade de Torres, no estado do Rio Grande do Sul, possui as mais belas praias do litoral gaúcho e fica a 197 km de Porto Alegre e a 280 km de Florianópolis (SC).

Torres possui este nome devido à existência de três grandes rochedos que se estendem à beira-mar: Torre Norte – Morro do Farol; Torre Centro – Morro das Furnas; e Torre Sul – junto à Praia da Guarita.

A cidade pode ser acessada ao sul pela RS-389 (Estrada do Mar) e pela BR-101 tanto ao sul quanto ao norte. Faz divisa do estado do Rio Grande do Sul com Santa Catarina.

Para quem está em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, a empresa rodoviária Unesul é quem faz o trajeto, que dura em média três horas. Existem ônibus, praticamente, de hora em hora, das 6h às 21h. Os preços variam de R$ 33 a R$ 45, dependendo se o transporte é convencional, executivo ou leito. Mais informações no site da Unesul: http://www.unesul.com.br/.

Saindo de Florianópolis, uma das empresas que realiza o percurso é a Santo Anjo. A viagem dura 4 ou 6 horas (ônibus convencional ou executivo) e a passagem sai por R$ 38,30. Os ônibus saem às 12h45, 14h15 e 22h40, conforme o dia da semana. Mais informações: 48 3224.9001

Torres, com 23 km de orla marítima, tem fama internacional como balneário do Rio Grande do Sul, pois sua praia é a única do litoral gaúcho que possui morros na orla; os demais balneários do estado apresentam uma geografia plana.

Com um desenho acidentado e interessante tanto para turistas como para geólogos, suas formações rochosas são bastante raras no Brasil, e parte delas são preservadas no Parque Estadual da Guarita (Unidade de Conservação Brasileira). Infelizmente, a paisagem, urbana e natural, sofreu uma descaracterização com a especulação imobiliária, que vem produzindo uma série de arranhas-cúes no centro, mais altos que os morros, que eram o principal cartão-postal da cidade. O Morro do Farol foi especialmente prejudicado, por ter recebido altas torres de telecomunicação em seu topo.

Mesmo assim, o lugar ainda mantém muitas de suas belezas preservadas. É também um bom local para a prática de trekking, paragliding e surfe. Anualmente, é palco do Festival de Balonismo, que reúne inúmeros participantes e colore os céus da cidade.

Outro ponto marcante da cidade é o rio Mampituba, que deságua em Torres, fazendo a divisa natural do Rio Grande do Sul com o estado de Santa Catarina. O município conta, também, com as águas das lagoas Itapeva e do Violão, frequentadas para o exercício de esportes náuticos.

História

Torres tem, ainda, um pouco de história viva, presente no conjunto arquitetônico da rua Júlio de Castilhos. As casas antigas e típicas foram construídas com pedras extraídas do Morro do Farol, rejuntadas com barro e cal de sambaquis e madeiramento de lei, extraído das matas que então existiam na praia da Cal e ao redor da lagoa do Violão.

Dentre esta herança arquitetônica destaca-se a pequena igreja de São Domingos, situada nos flancos do Morro do Farol. Foi a primeira a ser erguida no trecho entre Laguna (SC) e Osório (RS).

Em 1815, a população de 400 pessoas tinha que se deslocar até a paróquia Nossa Senhora da Conceição do Arroio (hoje Osório), a quase 100 km de distância.

Inaugurada em 25 de outubro de 1824, é de estilo barroco simplificado, mas gracioso, e possui uma única torre acrescentada em 1898 pelo Padre Lamônaco. Em seu interior, imagens doadas por Dom Pedro I, e de grande valor histórico. Foi tombada pelo Patrimônio Histórico Estadual.

Na mesma rua Júlio de Castilhos (número 838), está a Casa de Cultura ou Casa da Terra, que ocupa hoje um casario do século XI. No começo do século XX pertencia a viúva de José Teodoro Pacheco de Freitas, irmão do coronel João Pacheco de Freitas.

Read more...
Ocorreu um erro neste gadget

Visitantes (últimos 7 dias)

Visite Blog RotaCinema

  • As Duas Irenes - *País*: Brasil *Ano*: 2016 *Gênero*: Drama *Duração*: 89 min *Direção*: Fábio Meira *Elenco*: Priscila Bittencourt, Isabela Torres e Marco Ricca. *Sinopse...
    Há 2 semanas

Seguidores

Quer aparecer no meu blog principal? Clique aqui e siga-me.

Registre seu e-mail: clique aqui. O blogger o avisará, de forma automática, da publicação dos meus próximos blogs de viagem.


Postagens populares

Tags

Melhor praia do Rio Grande do Sul, melhor praia gaúcha, praia mais bonita do Rio Grande do Sul, dicas de viagem, blog Simone, viagem barata, viagem independente, hotel barato, Simone Rodrigues Soares.

  © Blogger template On The Road by Ourblogtemplates.com 2009

Back to TOP